Bem-vindo(a) à Linha Podológica. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Podologia, a ciência da área da saúde humana responsável pela investigação, prevenção, diagnóstico e tratamento dos problemas de saúde do pé e das suas repercussões no corpo humano.

Espero que este blog lhe seja útil!


Envie a sua questão

Este blog foi feito a pensar na saúde e bem-estar dos seus pés. Espero que lhe seja útil! Compostos por 26 ossos, 33 articulações, 20 músculos e mais de 100 ligamentos, os pés são o alicerce de todo o corpo, e é deles que depende o equilíbrio do aparelho locomotor. A saúde e o bem estar dos nossos pés deve ser mais do que uma simples preocupação estética e requer os cuidados especializados de um Podologista.
pesquisar neste blog
 
Artigos
Temas

2014

adução

alterações biomecânicas

amputações

anteversão femural

app

áreas de intervenção da podologia

associação portuguesa de podologia

barça

barcelona

bebés

bem estar

biomecânica

bolhas

bromohidrose

calçado

calçado adequado

calçado ideal

calçado inadequado

calçado infantil

calçado para criança

calos

calosidades

características calçado

check up podológico

citações

coma diabético

comichão

como escolher o calçado

congresso

cuidados com o pé diabético

curiosidades

dermatofitia

dermatomicose

diabetes

diabetes mellitus

diabético

dieta do diabético

doctor of podiatrist medicine

dor nos pés

dor pés

dpm

excesso de transpiração

fasceíte plantar

fotografias

fotos

fotos de pés

fungos

glicose

gretas

helomas

hierhidrose

higiene

higiene do pé diabético

hiperhidrose

hipoglicémia

insuficiência de tecido adiposo

insulina

joanetes

mau cheiro

micose

micose nas unhas

micoses

micoses nas unhas/onicomicoses/fungos

neuroma de morton

onicomicose

onicomicoses

ortóteses

ortóteses plantares

palmilhas

papiloma vírus

papiloma virus

pé boto

pé cavo

pé chato

pé de atleta

pé diabético

pé plano

pele seca

pés

podiatra

podiatras

podiatria

podiatrist

podologia

podologia em portugal

podologista

podologistas

podólogo

podólogos

prurido

regulamentação da profissão

saltos altos

sapatos

sevilha

unha encravada

unhas encravadas

verruga

verrugas

todas as tags

Sexta-feira, 23 de Maio de 2008
Onicomicoses/Micoses nas Unhas

 

As onicomicoses (micoses que afectam as unhas), devem-se à presença de fungos nas unhas que, tal como na pele, originam alterações no local onde se encontram.
 
Nas unhas é frequente observarmos que estas ficam mais grossas, com aspecto envelhecido, com coloração diferente, que pode ser esbranquiçada, amarelada, etc. Pode apresentar-se descolada do leito, ou apresentar depósitos “farinhentos” que frequentemente cheiram mal.
Com o avançar da patologia é frequente a unha encravar. Em estados avançados da doença o crescente engrossamento da lâmina ungueal pode dificultar o uso de sapatos fechados podendo provocar dores e mal estar constantes.
 
O tratamento desta patologia não é complicado nem doloroso se tratado por um podologista/podiatra. Na maioria das vezes demora entre 6 e 8 meses. Nos casos mais avançados pode demorar um ano ou mais até à cura completa. nOs estados iniciais de onicomicose pode demorar menos de 6 meses, mas são casos mais raros.
 
Este é o tempo necessário para que a unha cresça na totalidade, já que cresce apenas cerca de 2mm por mês e é fundamental manter o tratamento até à completa substituição/regeneração da unha afectada.
 
O tratamento só é eficaz se juntamente com o tratamento farmacológico forem feitos tratamentos podológicos mensais, bimensais ou trimensais dependendo do grau de afectação das unhas.
 
Os tratamentos de onicomicose consistem no rebaixamento das unhas, procedimentos de limpeza e reeducação ungueal, este último processo é fundamental para garantir o correcto crescimento da unha sem que encrave ou perca o seu trajecto e configuração normais.
O arrancamento das unhas bem como a eliminação da matriz para que a unha não cresça mais (matricectomia total), não são tratamentos de eleição para este tipo de patologia.
 
Como deve perceber este é um processo que requer técnicas e meios específicos, pelo que o recurso a um podologista/podiatra é fundamental para que possa receber o tratamento adequado, ser esclarecido e aconselhado sobre o tratamento que deverá seguir em casa de forma continuada até ao fim do tratamento.
 


publicado por Dra. Joana Azevedo às 10:03
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De laila torrez a 4 de Setembro de 2008 às 15:12
tnh uma unha encravada...ja ando há mais de 5 anos em arrancamento de unhas e o problema volta ao mesmo já nao sei k fazer...

keria soluões...ja estou farta deste drama...já bnão sei k faxer ,mais...ajudei me!!!!


De Dra. Joana Azevedo a 13 de Dezembro de 2008 às 13:05
Cara Laila,

Aconselho-a a ler o artigo com o título unhas encravadas /onicocriptose.

Nos parágrafo 'o que posso fazer' e 'o que o podologista pode fazer por si' encontra as respostas ás suas questões.

Cumprimentos,
Joana Azevedo



De Maria Helena Barroso a 13 de Setembro de 2008 às 14:58
Não me recordo da password....


De Bruna a 1 de Março de 2009 às 19:05
Olá!

Bom me chamo Bruna

e gostaria muito de tiras uma dúvidas se possivel!

Eu tenho Onicomicose, e não sei descrever em que estágio da micose minhas unha atigiram.Bom eu peguei a micose por por alicates de um salão que frequentava fazer as unhas, e peguei a micose tanto no pé como na mão também, (sendo que na mão ta menos feio! rsrs)
eu gostaria muito de saber que tratamento deve fazer pra acabar com isso logo.Porque é muito constragedor eu nem uso sapatos abertos quando por vergonha !

Bom é isso, tem alguma forma de cura-lás?

Obg deste já!


De Cristina a 21 de Agosto de 2012 às 20:24
Myrra Plus - é perfeito para onicomicose.


De Nelson a 20 de Setembro de 2009 às 21:26
Ora eu tenho um problema do género já falado pelos outros intervenientes...

Só que ja tenho isso algum tempo mesmo algum , so que quando me doía eu ia desbastando a unha e depois aquela dor passava...
Eu apanhei uma micose porque jogo futebol e tenho aquele habito de não usar chinelos :(

Pronto agora que a Época esta a começar, eu mal consigo calçar as chuteiras e o pior e que ja não consigo desbastar a unha porque mal toco doi-me logo e o problema e nas duas unhas grandes dos pés... Os restantes dedos estão impecaveis...

Será que se eu mandar cortar as unhas o problema passa??


De jheniffher ghisi a 9 de Outubro de 2009 às 03:46
oii, estou desenvolvento uma monografia sobre a má esterelixação de alicates e outros materias de manicures, sobre as bacterias, fungos e leveduras e tambem as patologia decorrentes desse fator, teria possibilidade de me enviar materiais e artigos a respeito?
meu email é jhenihtona@hotmail.com


De Dra. Joana Azevedo a 9 de Outubro de 2009 às 16:42
Cara Senhora,

O tipo de informação que pretende requer um trabalho de pesquisa rigoroso e criterioso, para que possa ser desenvolvida uma monografia com conhecimento e interesse científico.

O trabalho do aluno que escreve ou desenvolve uma monografia também passa pela pesquisa, esta deve ser encarada como uma étapa importante da execução do trabalho e tem mais valor para o conteúdo do trabalho (eu diria que tratando-se de uma monografia, só tem valor) se for pessoal e de acordo com os critérios e selecção de conteúdos do autor. Pelo que não seria correcto facultar-lhe opiniões ou conhecimento pessoal sobre o tema. Quanto a material bibliográfico estou certa que numa biblioteca universitária da área da saúde ou na internet poderá obter a informação que necessita.

Cumprimentos,

Joana Azevedo


De Ana a 13 de Fevereiro de 2010 às 22:32
Artigo interessante mas com um lapso muito importante... A onicomicose é uma infecção n unha por fungos. Como tal os medicamentos anti-fúngicos são essenciais no seu tratamento. Não me parece que os tratamentos podológicos sejam suficientes por si.


De Dra. Joana Azevedo a 16 de Março de 2010 às 16:59
Cara Ana,

Parece-me que não leu com atenção o artigo publicado.
No 5º parágrafo, que passo a transcrever, lê-se:

'...O tratamento só é eficaz se juntamente com o tratamento farmacológico forem feitos tratamentos podológicos mensais, bimensais ou trimensais dependendo do grau de afectação das unhas...'

Pode verificar que refere exactamente o que diz. Contudo salienta a necessidade da limpeza da unha ou higiene podológica, de forma a retirar o máximo de depósitos de actividade fungica do leito e unha afectada (metabolitos e ou produtos de degradação derivados da actividade fúngica).

Este processo pode ser comparado à remoção da cárie de um dente, não é possível tratar a infecção apenas com o medicamento apropriado, é necessário recorrer ao dentista para limpar o dente e deste modo, permitir que o tratamento farmacológico (quando necessário) seja eficaz.

A grande diferença do tratamento do dente para o tratamento da onicomicose é que as unhas estão em constante crescimento, pelo que se afectação está na matriz da unha ou muito próxima desta, à medida que a unha cresce é necessário voltar a limpar, para que a unha nova, que começa a crescer não seja novamente contaminada.

No caso do dente, uma vez que não há renovação constante, pode ser suficiente apenas uma ou duas limpezas ao longo do tratamento. Por outro lado habitualmente a infecção dentária é bacteriana o que permite um tratamento mais rápido e definitivo, com antibiótico, se necessário e higiene ou limpeza dentária.

Saliento que apesar disso, também existem infecções fúngicas orais e nestes casos existe a necessidade de limpar os dentes periodicamente até que a infecção fúngica seja tratada, tal como na onicomicose 8infecção fúngica da unha).

Por último gostaria de partilhar a minha experiência clínica, na medida em que durante os últimos 7 anos, com mais de 2200 pacientes vistos, em cerca de 1500 consultas anuais, apercebi-me que as infecções fungicas da pele e das unhas (dermatomicoses e onicomicoses, respectivamente), afectam cerca de 40% da população Portuguesa.

Apesar da grande incidência e prevalência destas patologias no nosso país e pelo mundo fora, constatei que apenas uma pequena percentagem necessitou ou necessita de tratamento antifúngico oral ou siltémico.

Na realidade a maior parte dos pacientes tratados (mais de 80%), apenas necessitou de tratamento local ou tópico e limpezas podológicas periódicas e ficaram tratados sem o prejuízo da hepatotoxicidade que um antifúgico oral quase sempre acarreta.

Ao longo destes anos constatei e comprovei que o tratamento oral por si só (sem intervenção do Podologista/Podiatra), é na maioria dos casos insuficiente, pois o fungo permanece activo e recidiva ao fim de pouco tempo.

Como pode perceber, independentemente do tratamento farmacológico usado (sistémico ou tópico), a intervenção do Podologista/Podiatra é fundamental e preponderante para o sucesso do tratamento da onicomicose.

Espero ter esclarecido a sua dúvida.

Cumprimentos,

Joana Azevedo
Podologista


De Joana Magalhães a 10 de Junho de 2010 às 15:50
Olá!

Gostava de saber porque existem onicomicoses que nunca curam de vez, ou seja, tratam-se mas depois voltam a aparecer...

Obrigada


De Dra. Joana Azevedo a 25 de Agosto de 2010 às 23:12
Cara Joana,
provavelmente não são tratadas até ao fim. É necessário renovar completamente a unha para que o fungo não volte à actividade e seja totalmente expulso da lâmina ungueal.

Também é necessário perceber se existem focos de contágio persistentes como o calçado contaminado que terá de ser higienizado adequadamente ou humidade a mais no pé por execesso de transpiração ou falta de cuidado ao secar os pés.

Cumprimentos

joana Azevedo
Podologista


De Nalva a 11 de Junho de 2010 às 05:46
Olá Dra Joana, tenho micose nas unhas das mãos há uns 10 anos (candida albicans), e estou fazendo + um tratamento. Já faz um ano que trato com medicação oral e com uma podóloga, mas os resultados são bem discretos, a hora que começa a crescer, acho que está melhorando, a unha começa a piorar, o que devo fazer?
Tenho medo que não sare..
por favor, me responda.
Grata


De Dra. Joana Azevedo a 25 de Agosto de 2010 às 23:19
Cara Nalva,

se o seu problema é causado por uma Candida não se trata de um fungo verdadeiro, mas sim de uma levedura.

Por vezes o tratamento antifungico comum não resulta pois é necessário um tipo de fármaco muito específico (antibiótico do grupo poliênico, com características fungistática e fungicida). Este tipo de terapêutica é prescrito por médicos e recomendado por podologistas/podiatras.

Cumprimentos,

Joana Azevedo
Podologista


De Nuno Leiria a 14 de Agosto de 2010 às 14:00
Dra. Joana

Depois de ter lido alguma informação disponibilizada, de facto não encontro referencia para perceber o meu problema.
As minhas unhas tanto das mãos como dos pés (mais notório nas das mãos) no final da lâmina onde as cortamos, apresenta uma subcamada mole, que faz descolar a unha e neste momento agravou, apesar de não ser inédito, até porque já lido com este problema á cerca de 12 anos (aumento da área dessa subcamada). Não alteração da cor das unhas nem provoca dor nem encravamentos.


De Dra. Joana Azevedo a 9 de Janeiro de 2011 às 20:44
Caro Nuno,

O seu problema parece tratar-se de uma onicomicose.

Pode e deve tratar o seu problema como vem descrito no artigo sobre o tema.

Cumprimentos,
Joana Azevedo
Podologista


De Tania Regina Massarotto a 5 de Dezembro de 2010 às 03:34
Olá, tenho uma micose nas unhas do pé a mais de dez anos, ja fiz de tudo e não resolveu nada, o que devo fazer??


De Dra. Joana Azevedo a 6 de Março de 2011 às 21:53
Cara Tânia,

a resposta à sua questão encontra-se no link http://podologia.sapo.pt/7800.html

Cumprimentos,

Joana Azevedo
Podologista


Comentar post

Dra. Joana Azevedo
Podologista
Licenciada pela Escola Superior de Saúde do Vale do Ave. Especialização no New York College of Podiatric Medicine (NYCPM). Exerce actividade clínica desde 2003 com cédula profissional nº 128 da Associação Portuguesa de Podologia. Membro fundador do Núcleo de Podologia da ESSVA. Podologista do canal Sapo Saúde desde 2005. Actualmente tem consultórios no Estoril e em Oeiras.

logo new york college of podiatric medicine-1
Consultórios:

Clínica Parque do Estoril - Grupo Cordeiro Saúde
Tel. 219236381
Av. Aida, 153 Lj - 2765-187 Estoril
(em frente ao jardim do casino, a 50m da estação da CP do Estoril)

Clínica Navegantes
Tel. 214412533
Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 14A 2780-240 Oeiras
(junto da biblioteca de Oeiras e dos SMAS - Serviços Municipalizados de Oeiras)

Vídeos
posts recentes

Podologia. Podologistas

Podologia. Podologistas

podologia, podologistas -...

podologia, podologistas -...

Podologistas, Podologia,4...

IX CONGRESSO NACIONAL DE ...

Podologia / Podologistas ...

Podologia/Podologistas - ...

Podologia, Podologistas, ...

Podologia, Podologistas, ...

links
arquivos

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Maio 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Maio 2008

Janeiro 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

blogs SAPO
Subscrever feeds
Imagem de fundo: David Hofmann.